Dedetizadora de Escorpião em Porto Alegre

Uma Empresa do Grupo

Construsul Porto Alegre Engenharia Ltda

Desentupidora Porto Alegre 24 Horas O tratamento sintomático consiste no alívio da dor através da administração de anestésicos no local da picada. O combate à dor, como medida única adotada, é geralmente suficiente para todos os casos leves e, em adultos, para a maioria dos casos moderados.

Método de Controle de Escorpião em Porto Alegre:

O controle da Desentupidora Porto Alegre 24 Horas pode ser realizado usando a técnica de pulverização direta e no perímetro da área infestada, nos pontos de abrigo, passagem e alimentação do escorpião, de preferência utilizando um produto de bom poder residual. A utilização do MIP é recomendada para melhores resultados.

SERVIÇOS DE DEDETIZADORA EM PORTO ALEGRE:

Empresa Dedetizadora de Escorpião Porto Alegre

Dedetização em Porto Alegre

Desentupidora Porto Alegre 24 Horas – O tratamento específico envolve a administração de soro antiescorpiônico aos pacientes com formas moderadas e graves de escorpionismo. O objetivo da soroterapia específica é neutralizar o veneno circulante deverá se instituído mais breve possível, pois melhor será o prognóstico do acidentado. Ela também contribui no combate a dor local e os vômitos.

Dedetizadora Porto Alegre Zona Sul,

Dedetizadora Porto Alegre Zona Norte,

Dedetizadora Porto Alegre Zona Leste,

Dedetizadora Porto Alegre Zona Oeste,

Desentupidora Porto Alegre 24 Horas – A administração do soro é segura, sendo pequena a freqüência e a gravidade das reações de rejeição precoce.

ALGUNS DE NOSSOS SERVIÇOS DE PORTO ALEGRE:

Serviço de Dedetizadora de Escorpião Porto Alegre

Dedetizadora em Porto Alegre

Desentupidora Porto Alegre 24 Horas – A manutenção dos sinais vitais do paciente também possui grande importância. Os pacientes com manifestações sistêmicas, especialmente crianças (casos moderados e graves), devem ser mantidos em regime de observação continuada das funções vitais, objetivando o diagnóstico e tratamento precoces das complicações.

Dedetizadora de Escorpião Porto Alegre

Dedetização Porto Alegre

Desentupidora Porto Alegre 24 Horas – Como auxilio no diagnóstico e acompanhamento dos sinais vitais do paciente, exames complementares podem auxiliar no tratamento. O uso de eletrocardiograma monitorização continua, radiografia de tórax, ecocardiograma e exames bioquímicos também podem ajudar no acompanhamento dos pacientes.

Dedetizadora de Escorpião Zona Sul,

Dedetizadora de Escorpião Zona Norte,

Dedetizadora de Escorpião Zona Leste,

Dedetizadora de Escorpião Zona Oeste,

Dedetização de Escorpião Porto Alegre,

A Desentupidora Porto Alegre 24 Horas de Dedetização trabalha em toda Grande Porto Alegre e no Rio Grande do Sul.

Dedetização Porto Alegre

Primeiros Socorros em Caso de Acidente Escorpiônico

Recomenda-se:

» Lavar o local da picada de preferência com água e sabão; Levar a vítima imediatamente ao serviço de saúde mais próximo para que possa receber o tratamento a tempo; Fazer compressas mornas para alívio da dor até chegar a um serviço de saúde para as medidas necessárias.

NÃO SE RECOMENDA:

» Fazer torniquete ou garrote; Furar, cortar, queimar, espremer ou fazer sucção no local da ferida;  Aplicar folhas, pó de café ou terra sobre a picada para não provocar infecção;

Dedetização Porto Alegre Zona Sul,

Dedetização Porto Alegre Zona Norte,

Dedetização Porto Alegre Zona Leste,

Dedetização Porto Alegre Zona Oeste,

Dar à vítima bebidas alcoólicas, querosene ou fumo, como é de costume em algumas regiões do país.

Dedetização de Escorpião de Porto Alegre

Dedetização Porto Alegre

Medidas Preventivas – As principais medidas preventivas são:

Desentupidora Porto Alegre 24 Horas – Usar calçados e luvas nas atividades rurais e de jardinagem; Examinar roupas pessoais, de cama, de banho e calçados antes de usá-los; Não acumular lixo orgânico, entulhos e materiais de construção;  Vedar frestas e buracos em paredes, assoalhos, forros e rodapés; Utilizar telas, vedantes ou sacos de areia em portas, janelas e ralos; Manter limpos os locais próximos das residências como jardins, quintais, paióis e celeiros; Combater a proliferação de insetos, principalmente baratas e cupins; Preservar predadores naturais como corujas, sapos, lagartixas e galinhas.

Dedetização de Escorpião Zona Sul,

Dedetização de Escorpião Zona Norte,

Dedetização de Escorpião Zona Leste,

Dedetização de Escorpião Zona Oeste,

Escorpiões

Existem registros científicos da existência dos escorpiões há mais de 400 milhões de anos. Atualmente, já estão catalogadas cerca de 1600 espécies e subespécies, distribuídas em 116 gêneros diferentes em todo o mundo. Foram os primeiros artrópodes a conquistar o ambiente terrestre. Das espécies conhecidas, apenas 25 podem causar acidentes com óbitos. Os escorpiões são animais invertebrados terrestres, carnívoros e de hábitos noturnos. Procuram locais quentes, úmidos e escuros para se abrigarem. Em regiões urbanas são encontrados facilmente atrás de vasos sanitários, junto a roupas, atrás de batentes de portas, tacos soltos, dentro de sapatos, sob pedras e entulhos etc.

Filo: Arthropoda

Classe: Arachnida

Ordem: Scorpiones

Descrição e Biologia

O corpo está dividido em duas partes: cefalotórax e abdome e possuem 4 pares de pernas. O órgão inoculador de veneno é chamado de télson. Seus pedipalpos são longos e modificados apresentando uma pinça na extremidade, semelhante às pinças dos caranguejos.São estruturas de defesa e captura de alimento. Sua alimentação é baseada em insetos invertebrados como cupins, grilos, baratas, moscas e aranhas. Seu tamanho pode variar de 12 mm até 21 cm de comprimento, de acordo com a espécie.

Ciclo de Vida

Chegam à maturidade em 1 a 3 anos, com período de vida de 2 a 6 anos (sendo 8 anos o maior tempo já registrado). A reprodução dos escorpiões amarelos se dá por partenogênese, para isso, basta que a fêmea encontre calor e alimento. Desta forma, só existem fêmeas dessa espécie e sua multiplicação ocorre muito mais facilmente. Quanto aos escorpiões pretos ou marrons, a fecundação é cruzada. O número de filhotes varia de 15 a 25 de acordo com a espécie e, após o parto, os filhotes se alojam no dorso da mãe, ali permanecendo por cerca de uma semana até sofrerem a primeira ecdise, então se dispersam, começando vida independente.

Principais Espécies e Danos Causados

Os danos estão relacionados a acidentes com as picadas, sendo que o escorpião amarelo é o responsável pelos acidentes mais graves. Essas picadas são muito doloridas e podem provocar diversos sintomas, sendo letais em alguns casos, principalmente em crianças abaixo de 7 anos.

Principais Espécies

No Brasil os escorpiões de importância médica pertencem ao gênero Tityus. Este gênero é foco nas empresas controladoras de pragas.

Escorpião Amarelo – Tityus serrulatus: De 5 a 7 cm de comprimento, coloração amarelada, pernas e palpos sem manchas, cefalotórax e abdome escuros. Possui uma serrilha no 4º segmento da cauda e a presença de espinho no télson. É o mais venenoso e mais frequentemente encontrado na região Sudeste, sendo o Paraná, Bahia e sul de Goiás os locais com maior incidência.

Escorpião preto ou marrom – Tityus bahiensis: De 5 a 7 cm de comprimento, coloração marrom avermelhado, cefalotórax e abdome mais escuros e sem manchas. Apêndices mais claros com manchas na mesma cor do corpo. É encontrado da Bahia ao norte da Argentina, Mato Grosso do Sul e Paraguai.
Prevenção

Em locais onde há infestações, manter camas afastadas das paredes (cerca de 10 cm);
Manter o local livre de insetos que sirvam de alimentos aos escorpiões, como baratas e, em caso de infestações, fazer o controle dos mesmos;
Manter sempre limpas as áreas próximas à residência, deixando livre de entulhos, lixo e restos de materiais de construção;
Manter ralos bem fechados;
Sempre examinar roupas e sapatos, sacudindo-os antes de utilizá-los;
Vedar frestas e buracos que possam servir de abrigo;
Colocar telas protetoras em portas e janelas;
Usar sempre calçados e luvas protetoras em atividades rurais e jardinagem;
Em áreas rurais, se possível, criar aves que são predadoras de escorpiões.

Método de Controle

O controle pode ser realizado usando a técnica de pulverização direta e no perímetro da área infestada, nos pontos de abrigo, passagem e alimentação do escorpião, de preferência utilizando um produto de bom poder residual. A utilização do MIP é recomendada para melhores resultados. Limpar terrenos baldios pelo menos na faixa de um a dois metros junto ao muro ou cercas; Manter a casa limpa, evitando acúmulo de lixo.