Como solucionar problemas de encanamento

Como solucionar problemas de encanamento. Você identificou problemas em seu encanamento, mas não sabe como resolver? Descubra alguns passos para solucionar barulhos, baixa pressão, drenagens lentas ou uso excessivo de água.

Conta de água alta

  • Pingos: pode parecer bobagem, mas pingos desperdiçam muita água. Procure por barulhos de pingos e torneiras que não fecham como deveriam. Várias gotas durante um dia inteiro fazem a conta de água subir significativamente.
  • Vazamentos: olhe embaixo das pias, rodapés e encaixe dos canos. Alguns vazamentos pequenos podem fazer com que o gasto de água aumente.
  • Ouça a descarga: observe se o dispositivo não fica acionado por um tempo maior do que deveria, ou se se mantem fazendo barulho mesmo que ninguém tenha acionado a descarga. Caso tenha caixa acoplada, os vazamentos podem fazer com que a válvula de entrada de água para a caixa se acione de tempos em tempos, pois a água acumulada está escapando mesmo sem ninguém usar. Abra e feche totalmente a válvula para determinar se há problemas nos registros. Pode ser que mesmo fechados eles continuem permitindo a passagem de água.
  • Veja o Hidrômetro: na entrada de casas, comércios ou prédios com o consumo de água individualizado há medidores de consumo que marcam a quantidade de água usada. Feche todas as torneiras e registros da casa, para garantir que nada esteja usando água, e observe o número apresentado no hidrômetro. Após uma ou duas horas sem usar a água observe se aquele número subiu sozinho. Se houver qualquer mudança, é provável que haja vazamentos.

Drenagem insuficiente

  • Verifique os drenos: alguns problemas comuns em ralos, pias e banheiras são lentidão na hora de descer a água; retorno frequente da água; áreas úmidas próximas a paredes que contem drenos, sons incomuns quando a água é drenada.
  • Extensão do problema: se o problema for isolado, é provável que seja uma conexão ruim entre o cano de drenagem e o principal. Pode ser um sifão ou cano parcialmente entupido.
  • Por onde a água passa: observe por onde a água é drenada. Geralmente elas passam por conexões, se ligam a canos de coleta e chegam a rede de esgoto. Caso haja problemas, derrame água quente nos drenos que não funcionam corretamente. A água quente pode desobstruir os canos, dissolvendo substâncias. Se necessário use produtos de limpeza. No mercado há produtos capazes de dissolver cabelo, restos de sabão, gorduras e outros motivos de entupimento.

Dicas

  • Examine atentamente e periodicamente os sistemas de dreno. Tanto as de entrada (água limpa), quanto as saídas (água esgotada).
  • Fique atento a localização dos registros, para em caso de emergência fechá-los e evitar problemas.
  • Isolar canos de água quente ou fria evitam gastos desnecessários e podem reduzir as contas.

Precauções

  • Antigamente usava-se canos de ferro nas construções. Hoje adotou-se por padrão tubos plásticos. É importante substituir canos antigos para evitar que os materiais se degradem e contaminem a água.
  • Leia os rótulos dos produtos químicos usados para evitar que eles entupam os encanamentos.
  • Só faça concertos se tiver ciência da atividade. Caso contrário chame um profissional.