Desratização Porto Alegre

Desratização Porto Alegre – Serviço especializado na remoção de ratos de ambientes. A Construsul Desratização Porto Alegre utiliza alguns tipos de iscas (granuladas, parafinadas e pó de contato) para que os roedores sejam eliminados de uma vez por todas do ambiente. Pode levar algum tempo para o rato morrer após a aplicação das iscas.

Desratização Porto Alegre 24 Horas,

Desratização Porto Alegre Centro, 

Desratização Porto Alegre Zona Sul,

Desratização Porto Alegre Zona Norte.

Isso acontece porque as iscas de Desratização demoram para chamar a atenção dos ratos, visto que eles são neofóbico, ou seja, têm medo de coisas novas. O tempo estimado para que eles comam a isca e morram é de cerca de 5 dias. Ainda assim, a Desratização é fundamental, pois é sabido que ratos fazem muito mal à saúde humana e de animais de estimação, podem passar graves doenças.

Telefone: 3342-8908 / 99802-4242

Email: construsulportoalegre@hotmail.com


Dedetizadora Porto Alegre

Desratização Porto Alegre

Desratização

Tratamento e Detalhes da Desratização da Construsul 

A Construsul Desratização Porto Alegre, primeiramente, inspeciona o local, para identificar o tipo de roedor e o grau de infestação. Então, as iscas são preparadas e aplicadas. Após isso, é feita uma imunização química, para atuar como medida preventiva.

Todas as etapas da desratização irão depender do tipo de roedor (rato preto ou de telhado, camundongo ou ratazana). A escolha do tipo de isca também depende disso e do grau de infestação.

Vale lembrar que na Desratização a Construsul Desratização Porto Alegre só usa produtos seguros, autorizados pela Secretaria da Saúde.


Dedetização de Ratos Porto Alegre

Dedetização de Ratos

A Dedetização de Ratos realizada pela Construsul Desratização Porto Alegre utiliza iscas granuladas, parafinadas ou os chamados pó de contato, para áreas de difícil acesso. Essas iscas de Dedetização de Ratos devem ser aplicadas em locais onde há indícios de roedores, como fezes e objetos roídos. Vale lembrar que, muitas vezes, as iscas de Dedetização de Ratos são aplicadas e intocadas pelos roedores.

Porém, isso é consequência do comportamento neofóbico deles, ou seja, de desconfiar de coisas novas. Isso não significa que o local não seja frequentado por ratos. O Controle e a Dedetização de Ratos em Porto Alegre é fundamental, pois roedores nos transmitem doença de forma direta e indiretamente.

Detalhes da Dedetização de Ratos 

Desratização Porto Alegre – Primeiramente, é necessário inspecionar o local para ver o quadro de infestação de roedores. Nessa etapa, também verifica-se o tipo de rato (rato preto, ratazana ou camundongo). Após isso, é hora de preparar e aplicar as iscas e armadilhas. Ao fim, é feita uma imunização química, para atuar como medida preventiva.

As técnicas feitas na Dedetização de Ratos dependem do tipo de roedor que infesta o ambiente, assim como os produtos. A Construsul Desratização Porto Alegre só utiliza produtos seguros, autorizados pela Secretaria da Saúde especificamente para a dedetização de ratos. Entre os métodos, temos:

Dedetização de Ratos com Isca Granulada: a isca granulada é o método mais utilizado para eliminação de ratos. O roedor come a isca e morre algum tempo depois. Esse tempo é importante para que o animal não associe a isca ao veneno, caso contrário, os animais que convivem com ele pararão de comer tal isca.

Dedetização de Ratos com Isca Parafinada: para uso externo, pois pode ficar na chuva. Trata-se de um veneno amargo, fatal para o rato.

Dedetização de Ratos com Pó Químico: você sabia que os ratos estão constantemente se lambendo? Este raticida em pó é aplicado nas áreas em que o rato caminha. O intuito é que grude no pelo do roedor, contaminando-o ao entrar em contato com a boca.

Dedetização de Ratos com Iscas Cereais: é uma isca muito atrativa para o rato. Também é limpa e de efeito rápido.

Dedetização de Ratos com Armadilhas Colantes: com atrativos alimentares, atraem e capturam os roedores.


Controle de Ratos Porto Alegre

Controle de Ratos

A Construsul Desratização Porto Alegre conta profissionais especializados em Controle de Ratos, com soluções inovadoras, seguindo rigorosamente as normas da Vigilância Sanitária para o Controle de Ratos. Higiene é definitivamente a palavra de ordem no Controle de Ratos e camundongos!

Restos de alimento devem ser jogados no lixo e descartados à espera do lixeiro em um local limpo, assim como os entulhos de uma obra ou reforma. Mas infelizmente, há outros fatores que podem ocasionar o aparecimento desses bichos, que podem se esconder dentro de caixas de papelão em mudanças ou na compra de novos móveis, procure ajuda de especialistas em Controle de Ratos.

Como Então Fazer o Controle de Ratos? 

Desratização Porto Alegre – O uso do veneno conhecido popularmente como “chumbinho” não é indicado como solução caseira para o Controle de Ratos, já que pode ser ingerido por outros animais domésticos, como gatos e cachorros, além de crianças. O Controle de Ratos e roedores deve ser prioritariamente confiado a uma empresa especializada, que empregará o uso de técnicas modernas e com o menos impacto possível aos moradores de uma residência.

Mato alto, lixo espalhado na rua e em terrenos baldios também podem ocasionar no aparecimento de ratazanas o que dificulta o Controle de Ratos. Como fazer o Controle de Ratos em especial ratazanas, sem utilizar produtos químicos? Veja outras dicas da Construsul Desratização Porto Alegre.

A forma preventiva no Controle de Ratos é atuar ativamente em prol da resolução de problemas no bairro e contatar os órgãos de controle da prefeitura, já que o bicho é considerado uma praga urbana e que pode resultar em uma série de doenças, como leptospirose.

Vedar rachaduras, furos no muro e lacrar ralos sem utilidade evita o surgimento dessa praga em imóveis residências e também comerciais. O cuidado com o armazenamento das rações de gatos também é importantíssimo para evitar o aparecimento desses roedores, estes são métodos bons e baratos para o Controle de Ratos em residências.

O que Não Fazer no Controle de Ratos? 

Desratização Porto Alegre – As populares ratoeiras não são a forma mais adequada de se caçar esses bichos, já que apresenta uma eficácia muito pequena. Uma série de invenções existe, em especial para Controle de Ratos camundongos, como fitas com colas especiais que prendem os invasores.

Outro ponto negativo dos venenos e iscas com produtos químicos é que os ratos podem morrer dentro da tubulação ou alvenaria da casa após a ingestão, causando entupimento e fortes odores de putrefação. A dica também vale para o Controle de Rato de telhado em que o uso de aparelhos sonoros é indicado. O mais adequado é contratar uma equipe especializada.

Você pode contar com a Construsul Desratização Porto Alegre para afastar os ratos e outras pragas da sua casa e empresa através do nosso Controle de Ratos. Entre em contato estamos aguardando a sua solicitação!


Métodos de Controle de Ratos

A infestação de ratos pode ser verificada através de alguns sinais:

Presença:

Desratização Porto Alegre – Avistar ratos significa uma considerável infestação, principalmente quando isso ocorre durante o dia, pelos ratos terem um hábito noturno, a presença de ratos durante o dia demonstra uma grande infestação.

Fezes:

Desratização Porto Alegre – Um dos melhores indicadores de infestação, podem trazer também a identificação da espécie presente;

Trilhas:

Desratização Porto Alegre – É um caminho bem batido, de 5 a 8cm de largura, encontradas normalmente perto de paredes e muros, atrás de materiais empilhados, sob tábuas.

Roeduras:

Desratização Porto Alegre – Os ratos costumam roer (sem ingerir) materiais como madeira, cabos de fiação elétrica e embalagem de alimentos para gastar sua dentição e para chegar a alimentos.

Tocas:

Desratização Porto Alegre – Encontradas junto ao solo, muros, paredes, e normalmente indica a infestação por ratazanas. Os métodos de controle de ratos, ou desratização são extremamente difíceis por ser o rato um animal muito adaptável. Esta consiste em tirar um dos três elementos indispensáveis para a vida do animal, a água, o abrigo e a alimentação.

No caso da água ser retirada, o animal irá mais longe para obtê-la, mas voltara a seu abrigo, se retirarmos o abrigo, ele fará um novo abrigo próximo ao atual, sobrando assim, somente a alimentação.

O uso de venenos deve ser feito por pessoas capacitadas, que conheçam o processo de manipulação e aplicação, uma vez que o uso indevido pode causar o aumento da população ao invés de exterminá-la.

Para que seja eficiente, deve-se conhecer o melhor possível a biologia do animal que desejamos eliminar, e então usar técnicas como as listadas abaixo:

Isca Granulada:

Desratização Porto Alegre – Veneno mais usado, consiste em que o rato ingere e morre algum tempo depois por hemorragia interna. Esta isca não mata na hora pois o instinto do animal faz com que o rato associe a morte ao veneno.

Isca Parafinada:

Desratização Porto Alegre – Ideal para uso externo (ralos, jardins, etc), não estraga com a chuva. Por possuir gosto extremamente amargo é de difícil ingestão para o homem, mas fatal para o rato, matando-o também por hemorragia interna.

Pó Químico:

Desratização Porto Alegre – Mesmo os ratos vivendo em esgotos, eles são mamíferos muito limpos, e por isso estão constantemente se lambendo. Esse pó é colocado nas tocas, e onde os ratos passam, fazendo com que fique grudado no pelo, e quando o rato se lamber ingerirá o produto, o levando a morte também por hemorragia.

Iscas Cereais:

Desratização Porto Alegre – É uma mistura de fortes atrativos para o rato, com produtos diversos, tem um efeito rápido e limpo. Há também os métodos biológicos, como a colocação no meio de um predador natural, como no caso dos ratos, o gato. Esses métodos não são tão seguros, e não representam eficiência total, por estarem sujeitos à situação do local onde são empregados.


FAQ – Perguntas e Respostas Sobre os Ratos

Desratização Porto Alegre:

Os ratos vivem em colônias?

Sim. Apesar de existirem espécies com hábitos muito diferentes umas das outras, os ratos vivem em colônias e seu tamanho depende da disponibilidade de alimentos e abrigo.

Os ratos se acasalam?

Sim. E as fêmeas podem se acasalar com mais de um macho.

Quantas vezes os ratos se acasalam em vida?

A quantidade de vezes que os ratos se acasalam pode ser contabilizada pelo número de ninhadas por ano, que varia de 4 a 12, dependendo da espécie.

Existem locais específicos para os ratos se acasalarem?

Os ratos se acasalam na própria colônia onde também constroem seus ninhos.

Quantos filhotes de ratos são gerados em uma ninhada?

Os “ratos de esgoto” ou “ratazana” (Rattus norvegicus) e de “telhado” (Rattus rattus), os mais comuns, geram de 7 a 12 filhotes por ninhada.

Os ratos são carnívoros?

Em geral, a escolha da fonte alimentar vai depender da disponibilidade da mesma. Assim, muitos ratos são considerados onívoros, ou seja, em sua dieta podem estar presentes tanto produtos de origem vegetal quanto animal.

De que se alimentam os filhotes de rato quando nascem?

As fêmeas amamentam seus filhotes recém-nascidos até o 25º ou 28º dia, dependendo da espécie.

Do que se alimentam os ratos de telhado?

Assim como outros ratos são onívoros, contudo têm maior preferência por legumes, frutas, cereais e insetos.

Do que se alimentam os ratos de esgoto?

São onívoros e preferem se alimentar de grãos, carnes, ovos e frutas.

Do que se alimentam os camundongos?

Os camundongos (Mus musculus) têm uma preferência bem peculiar por grãos e cereais.

É verdade que os ratos de esgoto podem subir pelas tubulações e saírem pelos vasos sanitários? E quando isso pode ocorrer?

Sim. Isso pode ocorrer quando estão procurando por alimento ou abrigo, porém, hoje em dia há dispositivos instalados nos vasos sanitários que, na maioria das construções, impedem o acesso por esta via.

É verdade que um rato encontrando uma isca ou alimento não vai comê-lo imediatamente?

Sim. Eles apresentam a “neofobia”, isto é, um tipo de medo e desconfiança em relação a objetos e/ou alimentos “novos” que apareçam em seu território. Já em locais que apresentam movimento contínuo de pessoas, objetos ou mercadorias, a neofobia tende a ser menos acentuada ou inexistente.

As espécies de ratos encontradas em áreas urbanas são diferentes das presentes em áreas rurais?

Devido ao processo crescente de urbanização podemos encontrar as mesmas espécies em ambas as áreas, embora a espécie mais comum de se encontrar em áreas rurais seja o rato de telhado (Rattus rattus). Ele cultiva o hábito de viver usualmente nas superfícies altas das construções como forros, telhados, sótãos e árvores, características mais presentes ainda no ambiente rural.

Quais os perigos que os ratos causam a lavoura?

Anualmente os ratos inutilizam cerca de 4 a 8% da produção nacional de cereais, grãos, raízes, entre outros. Os perigos estão associados à possível contaminação dos alimentos produzidos na lavoura, pela urina e fezes, quando do ataque direto à lavoura, ou mesmo aos alimentos estocados e transportados de forma incorreta.

Quais as doenças transmitidas ao homem pelos ratos?

Podem ser transmissores de mais de 200 doenças e dentre as mais importantes estão a leptospirose (pela urina), o tifo ou a peste (pela pulga do rato), e outras bacterioses e viroses por contato ou mordida do animal.

Os ratos são portadores de ácaros?

Sim. Os ácaros também parasitam ratos.

Os ratos são portadores de pulgas?

Sim e a espécie mais comum é a Xenopsylla cheopsis, conhecida como “pulga do rato”.

Os perigos à saúde humana e de animais domésticos estão relacionados ao contato com a urina ou fezes dos ratos?

Tanto o contato direto com a urina quanto com as fezes representam grande perigo à saúde, assim como a mordida ou o contato com o animal, e a manipulação e a ingestão de alimentos que estejam contaminados por suas fezes, saliva, sangue ou urina.

Os ratos podem matar uns aos outros?

Sim. O número de indivíduos em uma colônia tende a ser determinado pelos fatores alimento, água e abrigo. O comensalismo dos recém-nascidos, isto é, quando ratos adultos se alimentam de filhotes, é um dos mecanismos biológicos usados para a manutenção e controle do número de indivíduos dentro de uma colônia.

Os ratos escalam paredes?

Sim. Espécies como o “rato de telhado” e o camundongo têm mais facilidade para escalar paredes que os demais.

Os ratos nadam?

Alguns sim, como o “rato de esgoto” ou “ratazana” que tem membranas interdigitais em suas patas e uma pelagem que não se deixa embeber pela água. Isso facilita sua propulsão na água e lhes proporcionam mais habilidade para nadar.

Os ratos podem destruir fiação elétrica?

Sim.

Quais as principais medidas preventivas para evitar os ratos?

Acondicionamento adequado do lixo, por exemplo, em latões tampados ou, se embalado em sacos plásticos, devem ser mantidos longe do solo e em locais mais altos enquanto aguarda-se o dia da coleta. Jardins com gramados curtos, mato cortado, reparos de estruturas como canos quebrados, buracos nas paredes e calçadas e remoção de entulhos também são medidas altamente recomendadas para impedir que sirvam de abrigo para os ratos.

Os ratos aparecem mais durante o dia ou durante a noite?

Como têm hábitos noturnos são mais vistos a noite, período em que suas atividades são mais intensas.

Quais os perigos causados ao homem quando da utilização de “chumbinho”?

O chumbinho é uma associação do agrotóxico aldicarbe e outro organofosforado. Sua utilização pode causar intoxicação, tanto para o homem quanto para os animais domésticos, podendo levar ao óbito se não tratada a tempo.

Quando não há indícios de rato num ambiente é aconselhável desratizar uma área por precaução?

Não, pois a desratização consiste na tomada de medidas que irão depender da situação das condições locais, da identificação do nível de infestação, bem como da espécie de roedor envolvida na questão.

Quais são os tipos de desratização existentes?

A desratização pode ser realiza por meio de processos mecânicos e físicos (placas adesivas, ratoeiras, armadilhas, aparelhos de ultra-som) ou químicos, onde são utilizadas substâncias denominadas raticidas (em geral, anticoagulantes, que além de serem muito eficazes a baixo custo, possuem razoáveis margens de segurança no uso).

Como se dá a morte de um rato após uma dedetização?

Os raticidas agem inibindo um dos fatores do mecanismo da coagulação sanguínea; fazendo com que o sangue do roedor não coagula mais e sua morte ocorra em decorrência de hemorragias internas iniciadas pelo próprio raticida. As ratoeiras e armadilhas têm sido inutilizadas devido a forma cruel de eliminação dos animais.

Os ratos fogem ou atacam quando estão na presença do homem, de cachorro, gatos e outros animais domésticos?

Pelo seu comportamento de “desconfiança” os ratos, em geral, fogem na presença de outros animais e mesmo do homem à sua frente.

De quanto em quanto tempo o rato defeca?

Não há um período bem delimitado, em especial, quando estão com o intestino repleto a cada 30 minutos, mas o intervalo pode ser bem menor quando sentem-se ameaçados.

O acasalamento de ratos é somente pelas mesmas espécies?

Sim.

É verdade que os ratos memorizam os locais por onde passam?

Sim. Eles constroem caminhos para ter fácil acesso à comida e ao abrigo e se familiarizam rapidamente a eles. O odor também é um componente auxiliar importante para promover o reconhecimento de seu abrigo e de indivíduos pertencentes à mesma colônia.